domingo, 21 de novembro de 2010

Mais um dia.

Você me pediu um tempo e eu aceite. Esperei o tempo que foi possível, observando cada passo, cada palavra, cada gesto. Não adianto. Pedi perdão milhares de vezes, pois queria voar e isso já não me deixava sair do chão. Você não aceito, queria me ver presa, pra culpa ser maior e pra você se sentir melhor.
A lua veio me contar que as coisas iam demora pra voltar, mesmo o mundo assim de cabeça pra baixo, ela não me queria deixar ir. Pediu pra espera a chegada do sol .Esperar pra ouvir o rugido do leão. Porque era só assim que as coisas mudavam, quando o rei rugia.
Fui fazendo outras coisas, caminhei pelo jardim mesmo estando escuro, não havia ninguém, nem pássaros, nem animais, nenhum som nem cor. Só a lua que me acalmava quando perdia o pouco que tinha no meio de toda aquela escuridão.
Quando vi uma ponto do sol, uma pequena luz que iluminava quase que o jardim inteiro pensei que as coisas estavam voltando ao normal, mas não.Era só o começo de mais um dia sem nenhuma explicação. Era apenas mais um dia.

4 comentários:

  1. Parabéns! Seu blog foi indicado ao Prêmio Dardos pela qualidade de suas postagens! Espero que goste! =)

    Confira no link:
    http://neowellblog.wordpress.com/super-blogs/selos/

    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  2. Aproveite muito então esse "mais um dia..."

    ResponderExcluir
  3. É....
    A lua realmente controla o mar. ²

    ResponderExcluir