segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Sem enganos.




Você deveria atender o telefone. Sei que não gosta muito de jogar conversa fora mas não ligo pra isso, ligo mesmo só pra ouvir sua voz. Pelo seu tom eu já sei onde e como está.
Te conheço do jeito mais profundo e puro e sei da sua necessidade de me confrontar, mesmo não querendo admitir a falta que sente de mim, mesmo não quero sentir o que eu sei que você sente. Porque eu sei de tudo, tudo que você ainda não sabe. Sua boca fala o que quiser e consegue enganar quem te escuta mas seus olhos nunca mentem, não pra mim.
Toco a campainha da sua casa e fico esperando por alguma resposta mas nunca atende, chamo seu nome várias vezes e esqueço da dificuldade que tem diante do tempo, não sabe organiza sua vida por completo e acaba sempre esquecendo o celular na mesa da cozinha, no chão da sala ou no banheiro. Anda tão preocupado que esquece de se preocupar com o que é realmente importante, e quando as coisas começa a tomar determinado rumo você foge pro lago que tem na frente da sua casa, eu sei que a natureza te acalma, é só ali que você encontra a tão esperada paz que você não acredita muito que exista.
Acordo de manhã a espera de um abraço, fecho a porta do carro ansiosa por um sorrio, chego aflita por algumas palavras. O tempo passa, a chuva cai o dia todo e não tem hora pra parar, eu vou embora com a certeza do seu olhar.




@anasiiqueiraa

4 comentários:

  1. Muito bonito, gostei do post.
    Ótimo blog, parabéns.
    E o layout está bem legal :D

    Depois, quando puder, vai lá no meu blog. Se gostar, siga-nos ;D
    www.gabrieltododia.blogspot.com

    ResponderExcluir